Scroll Top

HOME

TRF1 revoga decisão para criar CPI da Dívida Pública
08/06/2018

 

Na última segunda (4), o juiz da 14ª vara federal de Brasília, Waldemar Cláudio de Carvalho deferiu pedido do Movimento pela Auditoria Cidadã da Dívida (ACD), para que fosse instalada uma CPI para auditar a Dívida Pública. Embora determine a CF de 1988, nesses 30 anos essa dívida nunca foi auditada, e segue crescendo, chegando hoje a mais de 75% do PIB. 

Mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) derrubou essa decisão da Justiça Federal de Brasília atendendo a Advocacia Geral da União (AGU).

Os reflexos da primeira auditoria

Nos anos 1930, Getúlio Vargas autorizou a auditoria da dívida pública. Com isso, o país economizou recurso que antes seguia direto para os cofres dos banqueiros, como acontece agora.

Para Maria Lúcia Fattorelli, coordenadora da ACD em entrevista a Carta Capital, tudo não passa de um mega esquema de corrupção institucionalizado. “No Brasil, durante os dez meses da CPI da Dívida, a Selic não subiu. Foi incrível, esse movimento. "Nós estamos diante de um monstro mundial que controla o poder financeiro e o poder político com esquemas fraudulentos. É muito grave isso. Eu diria que é um mega esquema de corrupção institucionalizado.” 

Na Bahia, o SINDJUFE criou em 2013 o Núcleo Baiano pela Auditoria Cidadã, que congrega várias entidades, movimentos sociais e ativistas. Esse Núcleo cumpre importante papel de trazer ao Estado essa pauta, e participar das discussões nacionais e até junto a organismos internacionais como o CDTM.

A derrubada da decisão que criava a CPI não significa que a luta vai acabar, pelo contrário, está apenas começando.

Um dos coordenadores do Núcleo e dirigente do sindjufe falou sobre a importância da categoria participar disso: "nós vencemos essa pauta na categoria, convencemos da importância desse movimento. Mas os servidores precisam participar mais, entendendo que esse dinheiro que sai pelo ralo todo ano que é mais da metade do orçamento Federal, poderia ficar no Brasil, alimentando a máquina pública para que ela sirva com mais qualidade à população, e isso passa por valorizar o servidor público!"

Para saber mais, acessem o Blog descomplicando a dívida criado pelo Núcleo Baiano, e participe do grupo de Whatsapp, ligando para o sindjufe e pedindo inclusão.

 

Imprensa SINDJUFE-BA



 
>>>>>