• home
  • contato
  • filie-se
  • webmail

SINDJUFE-BA apoia à comunidade LGBT e o combate ao preconceito

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Em comemoração ao Dia Internacional do Orgulho LGBT, nesta quarta-feira (28), o SINDJUFE-BA se solidariza à comunidade e suas causas, apoiando o combate à LGBTfobia e o avanço do conservadorismo que vem se alastrando pelo mundo e – principalmente – no Brasil. De acordo com o relatório do Grupo Gay da Bahia (GGB), o ano de 2016 foi o mais violento contra pessoas LGBTS desde 1970.


A cada 25 horas um LGBT é morto no Brasil. No País, são assassinados mais homossexuais do que nos 13 países do Oriente e África onde existe pena de morte contra os LGBTs. Além disso, o Brasil é o país onde mais mata travestis e transexuais do mundo – uma a cada três dias –, registrando 127 mortes em 2016.


Segundo o relatório do Grupo Gay da Bahia (GGB)/2016, Salvador ocupa a segunda posição em registros de crimes de ódio, totalizando 17 mortes, ficando atrás apenas de Manaus (25 mortes). O relatório do GGB ainda aponta que a Bahia é o segundo Estado onde houve maior registro de mortes de LGBTs, totalizando 32 das 343 mortes registradas no ano de 2016, perdendo apenas para São Paulo, com 49 mortes.


Tal cenário também é produto da irresponsabilidade do Estado em relação à situação. A falta de estatísticas governamentais sobre crimes de ódio, por exemplo, representa o descaso da Justiça ao combate a LGBTfobia no Brasil. Além disso, a falta de políticas públicas que ofereçam assistência às pessoas LGBTs fazem aumentar a marginalização desse grupo social, sobretudo das travestis e transexuais, as quais – em sua maioria - possuem apenas a prostituição como alternativa de sobrevivência, além de possuírem uma expectativa de vida de 35 anos, menos da metade da média nacional – 75 anos.


No entanto, mesmo diante dessas adversidades, a população LGBT continua resistindo e ocupando espaços que lhe é de direito. Tem LGBT nas universidades, na música, na televisão e – de forma ainda minoritária - nos espaços de poder. Todxs travando batalhas diárias contra o preconceito e a intolerância, demonstrando que é possível ter uma vida digna sem abrir mão da sua liberdade e dos seus anseios.


Por fim, o SINDJUFE-BA acredita que todxs possuem a liberdade de serem aquilo o que desejam ser e demonstra empatia à comunidade LGBT e as suas causas, sob a premissa de que toda forma de amor é válida. Desse modo, o Sindjufe apoia as diferenças e acredita numa sociedade mais livre, na qual o amor e o respeito sejam os principais valores morais. Viva o amor, em todas as formas e cores!


Vitor Figueiredo

Imprensa SINDJUFE-BA

SINDJUFE-BA | Todos os direitos reservados
Edf. CAB Empresarial - Av. Ulisses Guimarães, 3302 Sussuarana - 1ª Andar - CEP 41213-000
Salvador - BA - Tel/Fax: (71) 3241.1131 / 2027
(71) 3326.0383 / 0174


VERSiTE - Soluções Web
on-line 48 visitantes
visita 7954965